Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


FIQUE ATENTO E AJUDE A VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA A ACABAR DE VEZ COM O MOSQUITO DA DENGUE ME NOSSA CIDADE

Publicado em 19/01/2022 às 15:54 - Atualizado em 19/01/2022 às 15:54

Para combater a dengue, além das ações de vigilância em saúde metodicamente promovidas pelo poder público, é preciso que cada cidadão se comprometa com a eliminação do mosquito. Entre as recomendações da gerente de zoonoses da DIVE, Suzana Zeccer, estão mudanças de comportamento em relação ao acúmulo de água e entulho, conforme orientações a seguir:
 
- Encha de areia até a borda os pratinhos de vasos de plantas.
- Se você não colocou areia e acumulou água no pratinho da planta, lave-o com escova, água e sabão para remover eventuais larvas do mosquito. Faça isso uma vez por semana.
- Lave semanalmente, com escova e sabão, o interior de tanques utilizados para armazenar água.
- Remova a água acumulada entre as folhas das bromélias duas vezes por semana.
- Guarde pneus em local coberto, ou encha com areia os que possam acumular água.
- Mantenha a caixa d´água sempre fechada com tampa adequada.
- Em muros protegidos por cacos de vidro é preciso colocar cimento ou areia nos que possam acumular água.
- Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje ou em calhas entupidas.
- Lave, com escova e sabão, os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes etc.
- Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios.
- Deixe a tampa dos vasos sanitários sempre fechada e dê a descarga uma vez por semana em banheiros pouco usados.
- Lagos artificiais devem ser mantidos limpos, de preferência com peixes que se alimentem das larvas do mosquito.
 
É importante lembrar que atualmente existe alguns focos de Aedes aegypti no município de Rodeio, e municípios próximos a nossa cidade se encontram infestados pelo mosquito.
 
É de suma importância que cada cidadão faça sua parte para combatermos e erradicar a presença do Aedes aegypti.